NOVELA “A FORÇA DO QUERER” TEM EXEMPLO DE FAMÍLIA TRADICIONAL BRASILEIRA.

familia tradicional brasileira novela a força do querer

Família Tradicional Brasileira – Você sabe o significado?

Uma expressão que tem ecoando em nossos ouvidos ultimamente. Principalmente por causa das cenas que tem sido apresentada na novela A Força do Querer, pela rede Globo de televisão. Vamos responder o que significa a “família tradicional brasileira”dentro contexto da novela A Força do Querer.

A novela das 21:00 hs A Força do Querer, escrita por Glória Perez tem sido motivo de várias discussões no lares, ruas, praças e ambientes comerciais. Não se esquecendo dos comentários preconceituosos e ofensivos nas redes sociais.

As pessoas escondem o rosto por detrás da tela de um computador e começam a digitar palavras de discriminação e insultos, mas no seu dia a dia fazem a “fina”, demonstrando ser outra pessoa.

“Não tenho preconceito, não tenho discriminação; tenho vizinho assim; colegas de trabalho que são gays; são pessoas maravilhosas…”

Quem nunca ouviu alguma dessas frases? “Tudo bem meu amigo, vizinho, colega de trabalho ou de escola ser gay (suportável na verdade), mas meu filho ou filha ser gay isso é inaceitável”.

A classe LGBT tem ganhado sua força com o passar dos anos. Em lutas constantes contra a homofobia, discriminação e perseguições em massa. E agora temos uma representante forte nas novela A Força do Querer, dentre outros personagens brilhantes como Nonato, Mira, Tarso Brand, a representação de Ivana tem sido uma oportunidade para ser compreendida a condição sexual de um transgênero.

Em uma família tradiconal brasileira temos Eugênio, pai trabalhador que mantem a casa e trabalha para dar conforto em casa; Joice, mãe dedicada em ensinar os filhos a “função” de cada um e seu papel na sociedade; Ruy, seu primogênito o orgulho dos pais por ser o primeiro filho homem e o futuro sucesso do pai na empresa e que deveria casar se com alguém da mesma classe social; Ivana, aqui está o susto, a quebra de padrões, alguém que simplesmente não quer viver o roteiro dado pelos pais.

Ivana uma jovem que sempre sofreu por não conseguir se encaixar nos padrões de sua mãe, uma socialite famosa, por seu bom gosto, beleza, feminilidade, referencia em varias capas de revistas.

Ivana é a quebra do que significa Família Tradicional Brasileira.

A família tradicional brasileira tem uma Mãe. Joice é uma mulher que domina e outorga aos membros de sua casa o seus papeis na vida. Uma mulher que não ouve os gostos de seus filhos. Onde o diálogo e a compreensão dos sentimentos dos seus filhos são sufocados por “eu não te criei para isso”. Onde está o ser humano que precisa entender a necessidade do outro. Que culpa tem seus filhos de sua classe social e família. Um legado tradicionalista. Onde a mulher precisa ser feminina, delicada, sempre ao lado do marido como representante de adorno para a cabeça do esposo. Em cada decisão dos filhos ela culpasse, por sentir a necessidade de “direcionar” tudo e todos. Qual carreira deveriam seguir, roupa a vestir, com quem deveriam se relacionar.

Na família tradicional brasileira temos um pai, nem tão convencional. Um homem paciente que sempre procura dialogar e tentar entender seus filhos e sua mulher mas que nunca consegue ser compreendido,  a não ser sua filha Ivana. O pai tradicional que sustenta  a casa e as necessidades de seus filhos. E que vivem sua vida toda para a família e quando os vê formados e adultos decide mudar de profissão e fazer o que gosta. Mas logo é corrigido pela mulher e seus primos que não o apoiam. Um homem integro, corretor, paciente e que seu único deslize na vida foi trair sua mulher.

E ainda na família tradicional brasileira temos um filho playboy, Ruy. O filho primogênito que seria o sucessor do pai na empresa da família e representante legal quando chegasse na fase adulta. Com suas roupas escolhidas pela própria mãe, um filho mimado que vive de acordo com todos gosto de sua mãe. Até casamento teve um incentivo forte de sua matriarca. Seu único erro foi trair sua noiva e roubar outra noiva do dia do casamento da mesma.

Esse é o retrato da família tradicional brasileira.

familia tradicional brasileira novela a força do querer

Tudo bem o pai trair sua esposa depois de anos de casados, com dois filhos adultos e um neto. Faz parte da natureza do homem um deslize desses. E sua mulher por ser sábia não deixou ele escapar, perdoando sua traição e reconstituindo sua família.

Que hipocrisia!

As pessoas não apedrejam Eugênio pela sua traição e ainda defendem com os seguintes argumentos que o homem pode até trai mas continua amando sua esposa e que é normal a traição, faz parte da natureza do homem (o macho reprodutor). E dever da mulher aceita-lo de volta e retomar a família, lutando para concertar um erro dele. As pessoas não discriminam o marido, veem como normal e algo que faz parte de algumas fases do casamento.

Ruy, em uma de suas viagens de negócios com pai conhece uma moça pela pela qual fica encantado. Apaixonasse por ela e começa a persegui-la para poder retirar uma casquinha. Mas a casquinha não foi suficiente, teve que ficar com o sorvete todo. Mesmo noivo de Cibele, Ruy roubou Ritinha no dia do casamento com Zeca. Mas isso alguém fez comentários discriminatórios? Não! A internet zoou, fez chacotas e todos riram em suas casas. Tudo bem trair a noiva com outra!

Joice a matriarca com mãos de ferro com tecidos de pura seda. Sempre agindo conforme seus padrões e exigindo da família não apenas uma conduta, mais que não tivessem gostos, tão pouco que vivessem suas escolhas, para serem tudo o que a mesma sempre sonhou e planejou.

Na família tradicional brasileira, temos adultero, jovens héteros irresponsáveis que se relacionam com mais de uma mulher, uma mãe autoritária que não entende que seus filho são seres humanos com necessidade de encontram seu lugar no mundo. Isso é o padrãozinho perfeito que não é subjugado, nem discriminado, nem motivo de polêmicas. Nem um deles na vida real correm o perigo de serem apedrejados, insultados, até mesmo correr perigo de vida.

Finalizamos com Ivana. Que é o símbolo de quebra do “padrãozinho da família tradicional brasileira”. Todos os outros causaram uma certa tristeza, mas que logo foi superada, contudo Ivana tem que ser “a princesinha da família”.

Que moral essa família tem para discriminar Ivana por apenas querer ser quem deseja. Ivana se torna uma transgênero vai mudar apenas ela diretamente. Mas Eugênio trair, inclui uma terceira pessoa (Irene) e sua família, Ruy causou danos a sua família, a de Zeca, de ritinha, de Cibele.

Sabemos que existe impacto na escolha de Ivana. E sim, a família fica em choque, mas nenhum dano está sendo causado a outrem. Nem outra família está sendo subjugada.

Enfim a família tradicional brasileira é um marido traidor, uma mulher dona de casa, um filho hétero pegador e a filha a princesinha da família.

 

Continue Reading

PABLLO VITTAR – CORPO SENSUAL (FEAT. MATHEUS CARRILHO)

Pabllo Vittar clipe Corpo Sensual feat Matheus Carrilho

Pabllo Vittar fez ferver a internet a partir da noite de ontem com o lançamento do clipe “Corpo Sensual” com participação de Mathes Carrilho, integrante da Banda Uó. A música já fazia parte de sua discografia no canal do Youtube, de Pabllo, mas a drag melhorou tudo fazendo um “teatrinho” da música. É de passar mal mesmo com esse clipe pessoal.

Pabllo Vittar está em primeiro lugar no Youtuber com o clipe Corpo Sensual. Vittar chegou mandando ver mesmo gente. Depois que sua madrinha Anitta apresentou a drag ao mundo, através do clipe “Sua cara”. E assim ela vem ganhando multidões de fãs.

As redes sociais estão indo ao delírio com essa música Corpo Sensual, coreografada e interpretada pelos artistas.

O clipe começa com Vittar na frente de uma casa, fazendo o papel de moça de família que adora seduzir quem passa na rua. Depois ela vai no bar tomar uma água, porque na casa dela não tem água gente. Adoro tudo isso!

O clipe de Pabllo também é educativo. Para quem acha que a Pabllo é apenas uma bunda bonita e duas pernas gostosas está redondamente enganado. Em uma das cenas, Pabllo e Matheus Carrilho estão dentro do carro e pelo visto não vai ser um passeio que os dois vão dar na cidade. Mas para as segundas intenções com Matheus, Pabllo mostra um preservativo, comum em postos de saúde e pontos de distribuição na cidade de São Paulo, por  todos os terminais de ônibus e estações de metro e trem da cidade. Trata-se uma ação publicitaria do Ministério da Saúde para prevenção contra infecções sexualmente transmissíveis.

Gravado em São Bento do Sapucaí, na serra da Mantiqueira, no interior de São Paulo. O clipe corpo sensual teve aviso prévio de lançamento com data e hora marcada. Dias antes foram liberadas algumas fotos para instigar ainda mais nossa ansiedade.  

Letra da Música Corpo Sensual:

Mandando ver, no vicio da batida

Querendo se envolver

No estilo diferente, que prende

E da prazer

Eu sei que logo sente, te faz enlouquecer

Faço ferver

Vai passar mal!

Viro sua mente com meu corpo sensual

Minha boca é quente, vem

Não tem igual

Tá todo carente no pedido informal

Vai passar mal

 

Ficha técnica:

Direção, Dir. de Fotografia e Montagem:

João Monteiro + Fernando Moraes (Os Primos)

Produção Executiva: Délio Santiago

Produção Musical: Rodrigo Gorky, Mafalda e weber

Platô: Moisés de Almeida

Ajudante de produção: Oseias Mendes

Produção de Base: Ana Araujo

Direção de Arte: Ítalo Matos

Prod. de Arte: Iris Libanio

Ajudante de Arte: Maikon Menezes

Contra-regra: Gilmar Motta

Styling: João França e Victor Miranda Ass.

Figurino: José Lumnious

Maquiagem: Pedro Miranda Primeiro

Ass. Foto: Peterson Lomovtov

Segundo Ass. Foto: Paulo Rodrigues

Logger: Fernando Luiz

Chefe de Elétrica: Alex Sandro Rocha

Ass. de Elétrica: Daud Melo, Peterson Elias e Matheus Souza.

Maquinista: Claudio Ferreira

Ass. maquinista: Laercio Ferreira

Making Of: Fernanda Tiné

Catering: Restaurante Sabor da Serra – São Bento do Sapucaí

Câmera: Marc Filmes

Luz: CineVideo

Estrutura de Produção: Águia Locações

Motorista: Robson Pereira “Gugu”

Agradecimentos: Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí, Secretaria de Cultura e Eventos de São Bento do Sapucaí, Comunidade Bairro do Quilombo, Igreja da Imaculada Conceição do Quilombo, Suelen, Bar Ocê Ki Sabe, Pousada Villa da Montanha, Pousada Solar dos Colibris, Marcel Strass, Ivo Strass, Sr. Américo e seu Impala 64.

Continue Reading

DEIXANDO DE SER GAY POR FORÇA; ENTENDA MELHOR.

ronaldo ésper programa rede tv sensacional dani albuquerque

Ronaldo Ésper deu uma entrevista ao programa Sensacional, apresentado por Daniela Albuquerque, integrante do canal Rede TV. Daniela visitou o estilista em sua casa para fazer a reportagem, que diga-se de passagem deu o que falar nas redes sociais. A papo entre os dois foi no começo do primeiro trimestre do ano de 2017, em 26 de março. Uma entrevista nem tão recente. Contudo com um diálogo que pode ser discutido enquanto houver linha nos tubos de costura.

O estilista Ronaldo Ésper, conhecido principalmente por suas polêmicas e alfinetadas, não importando quem seja. Fez algumas declarações bastante pertinentes no quadro “Papo com Dani”.

ronaldo ésper programa rede tv sensacional dani albuquerque

Ésper comunica durante a entrevista que fez algumas mudanças em sua vida, por causa de momentos difíceis. “Eu partir para uma outra coisa, depois de um período de crise muito grande. Eu partir para uma outra direção na minha vida. E hoje em dia eu não sou mais homossexual. Por força da minha vontade, porque ninguém se cura disso”. 

Convido você a assistir a entrevista e tirar suas próprias conclusões sobre as colocações e falta de segurança em seu falar. “Partir para uma outra coisa”, depois ele diz “Partir para uma outra direção”.

E deixar de ser gay “por força da minha vontade” é simples, basta não praticar, mas deixar de sentir?! Alguém sabe me dizer como se pode mudar a natureza humana, principalmente a do gay que tem sua atração sexual por pessoa do mesmo sexo?  

Mas uma afirmação ele tem convicto ao afirmar que “ninguém se cura por ser gay”, contudo a religião parti do pressuposto de haver um “encosto”. Não sendo novidade para nenhum de nós esse termo.

O seu envolvimento com a igreja deu-se por motivos emocionais. Havendo uma necessidade de para se preencher um vazio no qual ele estava vivendo. Podemos imaginar que um gay com 72 anos de idade, com as polêmicas que o mesmo gosta de causar e seus trejeitos afeminados com certeza estava tendo dificuldades para uma adaptação e aceitação dos próprios membros da comunidade LGBT. Aqui faço uma suposição.

Já que todos sabem que dentro da classe LGBT existem outras sub-divisões que acabam sendo mais discriminatórias do que os próprios homofóbicos.

Suas declarações são situações que muitos vivem dentro de uma casca. Antes de julgá-lo saiba que muitas pessoas gay’s tem em suas casas angústia, depressão, solidão e outros fatores que os impedem até mesmo de haver uma realização pessoal.

Outra declaração de Ronaldo foi sobre um questionamento de um pastor que o questionou “E os trejeitos?”, Ronaldo suavemente respondeu “Os trejeitos não vai ter jeito”.

Caso se interesse em assistir a entrevista completa, link aqui. A parte da entrevista que é falado sobre o assunto está entre 9 min até os 20 min. 

Como é difícil para alguns a aceitação, mesmo com tantos anos de vida, toda uma experiencia profissional, um ícone já criado com sua personalidade gay, agora dizer “não sou mais gay”.

Continue Reading